PREFEITURA DE ARAÇATUBA - IPTU
Política

Vereador denuncia queima de documentos relacionados a compra de combustíveis em Birigui

A Câmara investiga possíveis irregularidades na compra de óleos lubrificantes feitas pela Secretaria de Serviços Públicos
Da Redação
22/08/2023 às 11h36
Foto: Divulgação Foto: Divulgação
Ouvir:

O vereador André Fermino (PSDB) divulgou um vídeo na tarde de segunda-feira (21), denunciando o que de acordo com ele, seria a destruição de documentos públicos no almoxarifado da Prefeitura de Birigui (SP).

 

Segundo o parlamentar, o material destruído estaria relacionado à aquisição de combustíveis e lubrificantes utilizados na frota municipal, o que é alvo de investigação por uma CP (Comissão Processante) na Câmara, por denúncia de irregularidades.

 

Fermino esteve no almoxarifado durante a tarde de segunda-feira, após denúncia recebida de um munícipe sobre uma nuvem de fumaça escura no local. Chegando no local, ele encontrou restos de documentos que haviam sido queimados em um tambor, possivelmente com utilização de combustível.

 

Ainda de acordo com o vereador, entre os documentos incinerados havia vários cartões e envelopes da empresa Link Card, chips e adesivos de veículos. Ele acionou a Guarda Municipal para registro da ocorrência.

 

Autorizada

 

Consta no registro que durante o trabalho, o diretor municipal de Serviços Públicos, Rodrigo José Jorge, compareceu ao almoxarifado. Ele alegou aos guardas que os cartões incinerados seriam do contrato anterior, sem vigência.

 

Ainda segundo o diretor, ele próprio havia solicitado aos funcionários que apenas cortassem os cartões. Entretanto, de acordo com ele, os servidores teriam reclamado que haviam criado bolhas nas mãos durante o procedimento, por isso, orientou que utilizassem o fogo para destruí-los.

 

Por fim, Jorge afirmou que os relatórios ou informações referentes aos cartões estão disponíveis por meio do site na internet. 

 

Investigação

 

O vereador Cleverson José de Souza (Cidadania), o Tody da Unidiesel, também esteve no almoxarifado para acompanhar o registro da ocorrência. Ele foi o relator de uma CEI (Comissão Especial de Inquérito) instaurada para apurar denúncia de irregularidades nas compras de óleos lubrificantes pela Secretaria de Serviços Públicos.

 

O relatório, que foi pela instalação de uma CP contra o prefeito Leandro Maffeis (Republicanos), foi aprovado com 12 votos a favor em sessão realizada no dia 6 de junho.

 

Basicamente o relatório aponta o uso descontrolado e incorreto do Link Card, sistema de controle de frotas chamado, feito por meio de cartões para a administração das compras de combustíveis e uso de veículos.

 

Segundo a CEI, essas compras estariam sendo feitas sem efetivo controle de recursos e gastos, já que não estariam sendo inseridas no sistema. A comissão apurou em análise por amostragem nos documentos apresentados pela administração, que não foi comprovado o destino de mercadorias avaliadas em mais de R$ 55 mil.

 

A reportagem já encaminhou e-mail à assessoria de imprensa da Prefeitura pedindo informações sobre o caso.

PREFEITURA DE ARAÇATUBA - IPTU
Entre no grupo do Whatsapp
Logo Trio Copyright © 2024 Trio Agência de Notícias. Todos os direitos reservados.