PREFEITURA DE ARAÇATUBA - IPTU
Polícia

Polícia Civil recupera quase 60 bovinos furtados de fazenda em Santo Antônio do Aracanguá

Animais avaliados em aproximadamente R$ 250 mil foram encontrados em 2 propriedades; um dos investigados administra fazenda vizinha à da vítima
Lázaro Jr.
17/01/2024 às 17h17
Gado furtado foi recuperado em ação da Polícia Civil de Aracanguá (Foto: Divulgação) Gado furtado foi recuperado em ação da Polícia Civil de Aracanguá (Foto: Divulgação)

A Polícia Civil de Santo Antônio do Aracanguá (SP) conseguiu recuperar 57 cabeças de gado que haviam sido furtadas de uma fazenda na zona rural da cidade. O gado, avaliado em aproximadamente R$ 250.000,00 mil, estava em duas propriedades.

 

Segundo o que foi apurado pela reportagem, um dos investigados pelo furto seria administrador de uma fazenda vizinha à da vítima. O caso passou a ser investigado o registro de dois boletins de ocorrência neste ano, feitos pelo dono dos animais, relatando furto do gado.

 

Durante a investigação a Polícia Civil identificou o possível autor dos furtos, que tiveram início ainda no ano passado. Entretanto, os animais que foram encontrados em uma das propriedades haviam sido furtados na semana passada.

 

Ainda segundo o que foi apurado, a suspeita é de que os furtos vinham ocorrendo já havia algum tempo, em pequena quantidade, mas que teria chamado a atenção da vítima apenas quando ela deu falta das 25 cabeças de gado ao fazer a contagem do rebanho na semana passada.

 

Apreendido

 

Durante a investigação, a equipe recebeu denúncia anônima de que parte do gado furtado, a maioria da raça nelore, com a Marca "JZ', estaria em um sítio de propriedade de um dos investigados, que teria passagens criminais anteriores. Os policiais, foram até essa propriedade na terça-feira (16), acompanhados da vítima, que reconheceu 28 animais que estavam em um pasto na beira da estrada.

 

Segundo o que foi apurado, alguns dos bovinos permaneciam com a marca original da fazenda à qual pertencia, mas a maioria havia sido remarcada recentemente para tentar impedir o reconhecimento. 

 

Ao todo, nessa propriedade foram recuperados 15 fêmeas e 13 machos, que o investigado alegou ter comprado há três meses, sem explicar quem seria o vendedor. Ele também deixou de apresentar a respectiva nota fiscal. Estiveram na propriedade acompanhando as buscas, policiais civis de Auriflama e uma equipe da Polícia Militar.

 

Mais gado

 

Após a apreensão e devolução dessas 28 cabeças de gado para a vítima, os policiais receberam nova denúncia, desta vez informando que havia mais gado furtado, que poderia ser encontrado em uma propriedade vizinha a primeira vistoriada.

 

A equipe seguiu para o local informado novamente acompanhada da vítima, que reconheceu outros 29 animais. Como no caso anterior, alguns estavam com a marca original, enquanto outros haviam sido remarcados.

 

Nesse caso, de acordo com o que foi apurado, o dono da propriedade teria adquirido os animais sem saber da origem ilícita. Assim, ele poderá responder por receptação culposa, que é a sem intenção.

 

Investigação

 

Segundo o que foi informado, os bovinos da raça nelore têm idades aproximadas entre 16 e 24 meses e a vítima informou que possui mais de mil cabeças de gado. O fazendeiro relatou que ao conferir todos os piquetes da propriedade, constatou que de fato foram furtadas muitas cabeças, além das primeiras 25 que ele havia dado falta e das que já foram apreendidas.

 

Nos dois casos os animais foram recolhidos e devolvidos ao proprietário após perícia. O inquérito seguirá tramitando e a polícia tentará localizar outros animais que possivelmente foram furtados.

PREFEITURA DE ARAÇATUBA - IPTU
Entre no grupo do Whatsapp
Logo Trio Copyright © 2024 Trio Agência de Notícias. Todos os direitos reservados.