PREFEITURA DE ARAÇATUBA - IPTU
Polícia

Polícia Civil de Araçatuba prende homem com madeiras furtadas de cerca de propriedade em Guararapes

Furto aconteceu no final do ano passado, causando prejuízo estimado em cerca de R$ 50 mil; alegou ter ganhado a madeira
Lázaro Jr.
09/01/2024 às 22h13
Madeiras foram reconhecidas e devolvidas para a vítima (Foto: Divulgação) Madeiras foram reconhecidas e devolvidas para a vítima (Foto: Divulgação)

A Polícia Civil de Araçatuba (SP) prendeu na manhã desta terça-feira (9), um homem de 39 anos, flagrado com diversas peças de madeira que foram furtadas da cerca de uma propriedade rural em Guararapes. Segundo o que foi apurado pela reportagem, o crime aconteceu no final de 2023, em um sítio no bairro Ribeiro do Vale. O prejuízo estimado pela vítima foi de aproximadamente R$ 50 mil.

 

A prisão aconteceu durante cumprimento de mandado realizado por equipes da 1ª DIG (Delegacia de Investigações Gerais) e do GOE (Grupo de Operações Especiais) da Deic (Divisão Especializada de Investigações Criminais).

 

De acordo com o que foi apurado pela reportagem, a investigação teve início após os agentes policiais da DIG serem informados de que lascas, palanques, porteiras e outras madeiras furtadas dessa propriedade estariam escondidas em Araçatuba.

 

Durante a investigação os policiais conseguiram identificar o possível receptador dos materiais e foi representado pelo mandado de busca e apreensão para dois endereços ligados a ele. A ordem judicial foi concedida e durantes as buscas, nesta manhã, na casa do investigado foi encontrada uma espingarda de pressão que teria sido adulterada para disparar munição de calibre 22.

 

Madeiras

 

Após vistoriar a residência, as equipes seguiram para a propriedade do investigado, onde localizaram 12 caibros, 26 palanques, seis lascas de aroeira e quatro porteiras de madeira. Essas peças foram apreendidas, apresentadas para a para vítima, que confirmou que são as que haviam sido furtadas da propriedade em Guararapes. Diante do reconhecimento, elas foram devolvidas.

 

Porém, foram apreendidas mais 12 esteios de aroeira medindo de 3,80 metros a 4,20 metros, e 18 palanques de 2,80 a 3,20 metros. Esses materiais foram depositados para o investigado, pois já estavam instalados segurando uma estrutura e a polícia tentará identificar o possível proprietário.

 

Ganhou

 

Segundo a polícia, ao ser questionado sobre a procedência de toda essa madeira, o investigado alegou que teria ganhado de pessoas que trabalhariam em uma usina para a qual ele teria terra arrendada. Entretanto, não soube dizer quem seriam essas pessoas.

 

Ele foi apresentado no plantão policial, onde o delegado que presidiu a ocorrência decidiu pela decretação da prisão em flagrante por receptação. A espingarda também foi apreendida e será encaminhada para a perícia para confirmar a adulteração. Se confirmada, o acusado também poderá ser indiciado por posse irregular de arma de fogo.

PREFEITURA DE ARAÇATUBA - IPTU
Entre no grupo do Whatsapp
Logo Trio Copyright © 2024 Trio Agência de Notícias. Todos os direitos reservados.