PREFEITURA DE ARAÇATUBA - IPTU
Polícia

Polícia Civil de Araçatuba prende acusado de pedir resgate por veículo furtado

Ele teria ateado fogo no carro da vítima, que recusou fazer o pagamento de R$ 3,5 mil exigidos mediante extorsão
Lázaro Jr.
01/11/2023 às 11h41

A Polícia Civil de Araçatuba (SP) prendeu na noite de segunda-feira (31), um homem de 22 anos, investigado por extorsão, por ter cobrado resgate à vítima para devolver um carro furtado. O veículo foi encontrado incendiado e sem o motor.

 

O mandado de prisão temporária foi cumprido por equipe da DIG/Deic (Delegacia de Investigações Gerais da Divisão Especializada de Investigações Criminais), responsável pela investigação.


Segundo o que foi apurado pela reportagem, o inquérito foi instaurado após o registro do furto de um veículo VW Gol ocorrido no dia 14 de outubro. Ainda de acordo com o que foi apurado, após o crime o investigado fez contato com a vítima pelas redes sociais.

 

Ele teria passado a promover ameaças para que ela pagasse uma “taxa de resgate" no valor de R$ 3.500,00 para devolver o veículo, alegando que o teria comprado por valor bem abaixo do preço de mercado. Além das ameaças, o acusado teria gravado um vídeo carro com placas adulteradas e enviado à vítima e a outras pessoas. 

 

Fogo

 

Entretanto, com a proprietária do automóvel recusou fazer o pagamento do valor exigido, o investigado levou o carro até uma APP (Área de Preservação Permanente), onde no dia 21 de outubro ateou fogo no veículo, vindo também a incendiar a mata.

 

Ao ser localizado, o que restou do carro estava sem o motor e sem sinais identificadores, mas durante a perícia, equipe do Instituto de Criminalística conseguiu revelar a numeração do chassi.

 

Preso

 

Segundo a polícia, foi representado pelo mandado de prisão temporária do acusado e, a partir de intenso trabalho investigativo e de inteligência, ele foi encontrado na avenida da Saudade, próximo à rotatória com a avenida Pompeu de Toledo, e preso.

 

Além do mandado de prisão temporária, foi cumprido um mandado de prisão civil contra o investigado, que estava em aberto. Com o acusado foi apreendida uma motoneta Honda Biz 125 branca e um celular. O número desse aparelho, de acordo com a polícia, teria sido utilizado para entrar contato com a proprietária do Gol e tentar extorqui-la.

 

O investigado será indiciado pelos crimes de extorsão, adulteração de sinal identificador de veículo automotor, fraude processual, incêndio majorado e receptação. O inquérito seguirá tramitando e a polícia tentará identificar outros possíveis receptadores e comparsas do investigado nas práticas criminosas. 

PREFEITURA DE ARAÇATUBA - IPTU
Entre no grupo do Whatsapp
Logo Trio Copyright © 2024 Trio Agência de Notícias. Todos os direitos reservados.