PREFEITURA DE ARAÇATUBA - IPTU
Polícia

Polícia Civil cumpre 32 mandados de busca e 1 de prisão em operação que apura desvios milionários da Funepe

Alvos são membros da antiga diretoria, que administrou a faculdade de Penápolis entre 2019 e 2022
Lázaro Jr.
19/12/2023 às 06h37
Foto: Lázaro Jr./Arquivo Foto: Lázaro Jr./Arquivo

Material atualizado para incluir nota divulgaga pela Funepe

 

A Polícia Civil de Araçatuba (SP) deflagrou nesta terça-feira (19), a Operação Reglus, para cumprir 32 mandados de busca e um mandado de prisão temporária contra integrantes da antiga diretoria da Funepe (Fundação Educacional de Penápolis).

 

Segundo o que foi divulgado, a ação é resultado de investigação realizada há mais de um ano, para apurar desvios de milhões de reais em verbas públicas destinadas à entidade. Ainda de acordo com a polícia, esses desvios teriam ocorrido durante os anos de 2019 a 2022 , por membros da antiga diretoria.

 

A ação é coordenada pela DIG (Delegacia de Investigações Gerais da Divisão Especializada de Investigações Criminais) de Araçatuba, em conjunto com o Ministério Público de Penápolis e o Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) de Araçatuba.

 

Foram designados para o trabalho, 123 policiais civis; dois promotores de Justiça e três agentes da promotoria, os quais serão distribuídos em 38 viaturas policiais. Uma coletiva de imprensa deverá ser concedida ainda pela manhã em Araçatuba para dar detalhes da investigação e apresentar os resultados da operação.

 

Nota

 

A Funepe divulgou nota na manhã desta terça-feira, informando que após regular processo eleitoral interno, na segunda quinzena de abril deste ano, houve alteração na cúpula diretiva da fundação. O atual presidente é Alexandre Gil de Mello e o vice-presidente, Cledivaldo Donzelli.

 

"Já nos primeiros atos da nova gestão foram constatadas diversas irregularidades em contratos da fundação, especialmente relacionados com obras, prestação de serviços e fornecimento de bens. Também foram identificadas atípicas relações contratuais relacionadas com os serviços educacionais prestados pela Funepe", informa a nota. 

 

Ainda de acordo com o que foi informado, em razão disso a nova gestão passou a atuar em conjunto com a Polícia Civil, através da DIG de Araçatuba, que recebera anteriormente ofício do Ministério Público com solicitação de apoio investigativo sobre denúncia realizada na Promotoria de Justiça de Penápolis. 

 

"O trabalho conjunto da atual gestão da FUNEPE com os órgãos de controle, em especial com a Polícia Civil, permitiu a obtenção de informações e esclarecimentos de fatos que fundamentaram, no âmbito judicial, a operação realizada hoje. A FUNEPE reitera o compromisso com o fortalecimento das medidas de controle de integridade e transparência para o aperfeiçoamento contínuo do desenvolvimento das atividades educacionais e propagação do conhecimento científico", finaliza  nota.

PREFEITURA DE ARAÇATUBA - IPTU
Entre no grupo do Whatsapp
Logo Trio Copyright © 2024 Trio Agência de Notícias. Todos os direitos reservados.