PREFEITURA DE ARAÇATUBA - IPTU
Polícia

Motorista por aplicativo é preso acusado de participar de esquema de extorsão

Idosa foi vítima do golpe de falso sequestro e orientada e deixar uma sacola com dinheiro e joias no pé da árvore da casa dela; objetos foram recuperados com o investigado
Lázaro Jr.
14/11/2023 às 10h22
Foto: Ilustração/Divulgação Foto: Ilustração/Divulgação

Um homem de 31 anos, que disse trabalhar como motorista por aplicativo, foi preso na madrugada desta terça-feira (14), acusado de participar de um crime de extorsão. A vítima é uma mulher 70 anos, que caiu no golpe do falso sequestro.

 

O acusado foi detido com a ajuda dos filhos da idosa e com ele foram recuperados dinheiro e joias que foram levados da vítima.

 

Segundo o boletim de ocorrência, a mulher contou que por volta de 1h recebeu uma ligação telefônica de pessoa não identificada, dizendo que estava com os netos dela. O autor passou a fazer ameaças, dizendo que se ela não entregasse o dinheiro e as joias que possuía, mataria os familiares dela “na faca”.

 

Ainda de acordo com a vítima, seguindo a ordem do criminoso, ela colocou as joias e o dinheiro em uma sacola e a deixou no pé de uma árvore existente na frente da residência dela.

 

Motorista

 

A mulher contou à polícia que ao sair para deixar a sacola na calçada, viu um carro preto estacionado próximo ao imóvel. Enquanto a vítima estava ao telefone com o golpista, o marido dela telefonou para os filhos do casal e contou o que estava acontecendo.

 

Quando os filhos dela chegaram no imóvel, se depararam com esse carro preto deixando o local e passaram a acompanhá-lo. A Polícia Militar foi comunicada, enviou uma equipe que seguiu as coordenadas passadas pelas testemunhas e deteve o investigado.

 

Com o motorista, os policiais apreenderam pouco mais de R$ 300,00 em dinheiro, duas alianças, dois anéis, um colar e quatro pares de brinco que a idosa havia deixado na sacola. Também havia com ele mais R$ 279,00 em dinheiro e 17 cartões de crédito de bancos diversos.

 

WhatsApp

 

Segundo a polícia, ao ser ouvido na delegacia, o acusado alegou que teria sido recrutado por desconhecido por meio de um grupo no WhatsApp, do qual faria parte havia cerca de dois meses.

 

Ele alegou que foi a primeira vez que foi contratado por pessoas desconhecidas que integrariam esse grupo, com a missão de buscar uma encomenda que estaria no pé de uma árvore e aceitou o serviço, mesmo sem saber do que se tratava.

 

Por fim, alegou que não havia combinado o valor a receber pelo serviço e que somente após pegar a encomenda é que seria informado sobre o local da entrega.

 

O delegado que presidiu a ocorrência decidiu pela manutenção da prisão do investigado pelo crime de extorsão e após ser ouvido, ele permaneceu à disposição da Justiça. Um inquérito será instaurado e a polícia tentará identificar outros possíveis participantes do golpe.

PREFEITURA DE ARAÇATUBA - IPTU
Entre no grupo do Whatsapp
Logo Trio Copyright © 2024 Trio Agência de Notícias. Todos os direitos reservados.