PREFEITURA DE ARAÇATUBA - IPTU
Polícia

Motorista é preso por embriaguez após bater em carro parado em Araçatuba

Estava com a carteira de habilitação suspensa justamente por já ter sido autuado anteriormente por dirigir embriagado
Lázaro Jr.
12/02/2024 às 11h19
Imagem: Ilustração/Divulgação Imagem: Ilustração/Divulgação

Um mecânico de 58 anos foi preso em flagrante por embriaguez ao volante no início da tarde de domingo (11), em Araçatuba (SP), acusado de bater o carro que conduzia em outro parado. Ele já estava com a carteira de habilitação suspensa.

 

Segundo a Polícia Militar, por volta das 12h houve a informação de um acidente de trânsito na rua São Benedito, no bairro alto da Boa Vista, onde um GM Ômega verde teria batido em um Toyota Corolla Cross que estava devidamente estacionado.

 

Ainda de acordo com a denúncia, o condutor desse Ômega estaria embriagado. Chegando no endereço indicado os policiais encontraram o investigado na frente da casa dele. Segundo os policiais, ele estava muito agressivo e apresentava claros sinais de embriaguez.

 

Testemunhas encontradas no local afirmaram que ele havia acabado de bater o carro que conduzia em um Corolla Cross que estava parado. Ainda de acordo com os policiais, não foi possível estabelecer diálogo com o acusado, que foi apresentado no plantão policial. 

 

Bafômetro

 

Os policiais solicitaram apoio à Polícia Militar Rodoviária, que forneceu o aparelho para a realização do teste de bafômetro. O exame apontou 0,83 miligrama de álcool por litro de ar alveolar, sendo que o limite para a prisão em flagrante é 0,33 miligrama.

 

Durante o registro da ocorrência a polícia constatou que o acusado possui diversas passagens por crimes de trânsito e estava com a carteira de habilitação suspensa. Ele teve a prisão confirmada pelo delegado que presidiu a ocorrência, sem direito a fiança, e ficou à disposição da Justiça para ser apresentado em audiência de custódia.

PREFEITURA DE ARAÇATUBA - IPTU
Entre no grupo do Whatsapp
Logo Trio Copyright © 2024 Trio Agência de Notícias. Todos os direitos reservados.