PREFEITURA DE ARAÇATUBA - IPTU
Polícia

Morre mulher que teve Biz atingida na traseira por caminhão na Rondon em Araçatuba

Gislaine da Silva Prado tinha 23 anos, morava em Birigui e estava internada desde 21 de julho na Santa Casa de Araçatuba
Lázaro Jr.
18/09/2023 às 10h01
Gislaine seguia para Birigui quando teve a motoneta atingida na traseira por um caminhão (Foto: Lázaro Jr./Arquivo) Gislaine seguia para Birigui quando teve a motoneta atingida na traseira por um caminhão (Foto: Lázaro Jr./Arquivo)

Gislaine da Silva Prado, 23 anos, moradora em Birigui (SP), não resistiu aos ferimentos e morreu na noite do último sábado (16) na Santa Casa de Araçatuba. Ele havia sido internada no dia 21 de julho, quando teve a Honda Biz que conduzia atingida por um caminhão na rodovia Marechal Rondon (SP-300), em Araçatuba.

 

A reportagem esteve no local naquela tarde e os policiais militares que atenderam a ocorrência disseram que o motorista do caminhão, que tem 69 anos e mora em São Sebastião do Paraíso (MG), alegou ter sido fechado por outro caminhão. Para não bater, ele teria desviado para a outra faixa, vindo a atingir a moto da vítima.

 

Já na versão constante no boletim de ocorrência, o motorista disse que trafegava normalmente, quando ouviu um barulho na parte da frente do caminhão, viu a moto enroscada embaixo do veículo e uma mulher caída na rodovia.

 

Mesmo ferida, a jovem disse aos policiais que transitava sentido a Birigui quando o caminhão simplesmente a atropelou, por provável desatenção do motorista, vindo a atingir a traseira da motoneta dela.

 

Morte

 

O boletim de ocorrência comunicando o óbito foi registrado por uma cunhada da vítima, ainda na madrugada de domingo. Ela contou que devido aos ferimentos a Gislaine teve as pernas dilaceradas e a perna direita teve que ser amputada.

 

Após o procedimento a paciente permaneceu internada, teve pneumonia e infecção generalizada, o que agravou o quadro clínico. Segundo documentação médica apresentada à família, na noite de sábado Gislaine entrou em parada cardiorrespiratória.

 

Ela foi submetida pela equipe médica e de enfermagem às manobras de ressuscitação, foi feita a devida medicação, mas não houve resposta e o óbito foi constatado pouco depois das 22h. O corpo foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal) para exame necroscópico antes de ser liberado para velório e enterro.

PREFEITURA DE ARAÇATUBA - IPTU
Entre no grupo do Whatsapp
Logo Trio Copyright © 2024 Trio Agência de Notícias. Todos os direitos reservados.