PREFEITURA DE ARAÇATUBA - IPTU
Polícia

Morre motociclista que foi atingido por ônibus do transporte coletivo

Imagens mostram que ele invadiu a preferencial; sofreu fratura da cervical (c4, c5 e c6) e trauma medular
Lázaro Jr.
06/01/2024 às 08h22
Diogo invadiu a preferencial e teve a frente da moto atingida (Foto: Reprodução) Diogo invadiu a preferencial e teve a frente da moto atingida (Foto: Reprodução)

O motorista Diogo dos Santos Vaz, 36 anos, morreu na tarde de sexta-feira (5) na Santa Casa de Araçatuba (SP), onde foi internado após ter a moto que conduzia atingida por um ônibus do transporte coletivo, ao invadir uma preferencial, na noite de 27 de novembro. Câmeras de monitoramento gravaram o impacto. 

 

O boletim de ocorrência comunicando o óbito foi registrado já no final da noite, por uma irmã da vítima. Ela contou que o motorista permanecia em tratamento intensivo, pois com o impacto sofreu fratura da cervical (c4, c5 e c6) e trauma medular.

 

Segundo relatório de atendimento médico, durante o tratamento o paciente apresentou piora de nível neurológico, rebaixamento do nível de consciência e picos febris. O quadro clínico evoluiu com braquicardia e ausência de pulsos, com o óbito foi constatado às 15h10. O corpo foi encaminhado para exame necroscópico antes de ser liberado para velório e enterro.

 

Caso

 

Conforme já divulgado , Vaz conduzia uma moto quando invadiu a preferencial na avenida Pedro Janser, pouco antes das 22h. O motorista do ônibus relatou que foi surpreendido pelo motociclista, não havendo tempo para evitar a colisão.

 

As imagens da câmera de monitoramento mostram que a vítima parou no meio da via ao perceber o ônibus e inclusive colocou os pés no chão para tentar retornar, antes de a frente da moto ser fortemente atingida.

 

Com o impacto, o motociclista cai e aparentemente a roda traseira do ônibus passa sobre o corpo dele, que fica imóvel no chão. Outro motociclista que seguia no sentido contrário parou em seguida para prestar socorro, assim como o motorista do ônibus.

 

Perseguição

 

Naquela mesma noite, uma mulher esteve na delegacia e relatou que durante a tarde, Vaz teria perseguido e ameaçado a filha dela. A declarante informou que tentou gravar a ação dele, chegando a fazer imagem da placa da moto, mas ele teria tomado o celular das mãos dela e apagado a imagem.

 

A mulher retornou à delegacia na manhã seguinte, informando que na noite anterior, por volta das 19h, o motorista voltou a rondar a casa da filha dela de moto. Depois ele retornou de carro e teria feito novas ameaças. A polícia foi acionada, mas ele teria fugido.

PREFEITURA DE ARAÇATUBA - IPTU
Entre no grupo do Whatsapp
Logo Trio Copyright © 2024 Trio Agência de Notícias. Todos os direitos reservados.