PREFEITURA DE ARAÇATUBA - IPTU
Polícia

Homem é preso por desrespeitar medida protetiva e ameaçar ex-mulher de morte em Birigui

Casal se separou há 1 ano, mas acusado ainda não aceitaria o fim do relacionamento; tentou arrombar portão da casa da vítima
Lázaro Jr.
06/01/2024 às 21h35
Imagem: Ilustração/Divulgação Imagem: Ilustração/Divulgação

Um homem que completou 34 anos na última quinta-feira (4) foi preso na manhã deste sábado (6) em Birigui (SP), por descumprir medida protetiva ao ir à casa da ex-mulher e ameaçá-la de morte. Os policiais militares que apresentaram a ocorrência relataram que enquanto ouviam a vítima, o acusado telefonou para ela e proferiu ameaças, que foram ouvidas por eles.

 

A equipe foi até à residência da vítima pouco depois das 8h30 e foi informada que momentos antes o marido dela havia estado na casa, teria tentando estourar o portão do imóvel e feito ameaças de morte. Ainda de acordo com a mulher, ele estaria com um volume na cintura, que ela acreditava que poderia ser uma arma de fogo.

 

Ao perceber que ela estava em contato com a polícia, ele teria deixado o local. Entretanto, a polícia foi informada do endereço do investigado, que foi abordado quando chegava na casa dele. Ao ser revistado, ele não trazia nada de irregular. Segundo os policiais, ao saber que seria preso o investigado teria confirmado as ameaças feitas contra a vítima, alegando que agiu de tal forma por estar “de cabeça quente”.

 

Ciúmes

 

Ouvida pela polícia, a vítima, que completa 30 anos neste domingo (7), contou que conviveu com o acusado por 14 anos e o casal tem três filhos. Apesar de o relacionamento ter terminado há um ano, ele ainda não aceita o fim.

 

Nesse período a mulher disse que já registrou diversos boletins de ocorrência contra o ex-companheiro e solicitou as medidas protetivas em março do ano passado, as quais foram concedidas pela 1ª Vara Criminal de Birigui e estão vigentes. 

 

Ameaças

 

Ainda de acordo com a mulher, apesar de não poder manter contato com ela, no final da noite de sexta-feira (5) o investigado enviou mensagens no WhatsApp dela, alegando que teria visto conversas dela com outro homem e iria matá-la, pois não a aceitaria com mais ninguém. 

 

Já na manhã deste sábado ele teria enviado novas mensagens dizendo que iria à casa da dela, onde apareceu pouco depois das 8h30. Ele só teria fugido quando percebeu que a polícia estava sendo acionada.

 

Os policiais relataram que durante o atendimento à ocorrência o acusado ligou no celular da vítima, que atendeu e colocou a ligação no viva-voz. Durante a chamada, ele teria feito novas ameaças de morte, dizendo "vou te matar", o que foi ouvido pelos policiais militares.

 

Preso

 

Ao ser apresentado no plantão policial o investigado optou por permanecer em silêncio, mas teve a prisão confirmada pelo delegado plantonista, que representou pela decretação da prisão preventiva.

 

A vítima representou criminalmente contra ele e pediu a manutenção das medidas protetivas. Após ser ouvido o acusado permaneceu à disposição da Justiça.

PREFEITURA DE ARAÇATUBA - IPTU
Entre no grupo do Whatsapp
Logo Trio Copyright © 2024 Trio Agência de Notícias. Todos os direitos reservados.