PREFEITURA DE ARAÇATUBA - IPTU
Polícia

Homem é preso por agredir a esposa com pauladas na cabeça em Birigui

Crime aconteceu na frente da filha do casal, de 10 anos de idade; mulher precisou ficar internada
Lázaro Jr.
11/02/2024 às 11h02
Imagem: Ilustração/Divulgação Imagem: Ilustração/Divulgação

Um homem de 33 anos foi preso em flagrante na noite de sábado (10), em Birigui (SP), pela lei Maria da Penha, acusado de agredir a esposa dele com pauladas na cabeça. A mulher, de 42 anos, precisou de atendimento médico e permaneceu internada no pronto-socorro municipal.

 

Segundo o que foi relatado à polícia, o crime foi testemunhado por uma das filhas do casal, uma menina de 10 anos de idade. Ouvida na presença de uma tia, a criança contou que estava em casa, acompanhada de uma irmã de 2 anos, quando a mãe foi agredida pelo pai dela.

 

De acordo com a menina, o tio dela teria passado mal e o pai dela teria imaginado que a mãe dela estaria batendo no irmão dele. Ela correu para a rua para pedir ajuda a uma tia e viu o pai dela bater pelo menos três vezes com um pedaço de madeira na cabeça da mãe dela.

 

Ainda segundo a menina, o acusado também teria agredido a mãe dela com um pedaço de metal, causando bastante sangramento. A criança disse à polícia que conseguiu pedir socorro a uma tia, que telefonou para outra tia e que uma vizinha teria chamado a polícia.

 

Confessou

 

Os policiais militares que atenderam a ocorrência relataram que chegando na residência da família encontraram várias pessoas no local e viram a vítima com sangramento na cabeça, porém, consciente. Ela apontou o marido como sendo o autor das agressões e informou que os dois teriam discutido porque o acusado achava que o irmão dele estava morto por culpa dela.

 

Ao ser questionado, o investigado confessou que havia agredido a esposa dele com um pedaço de madeira, objeto este que não foi encontrado. Ainda segundo os policiais, não havia campo para perícia devido à quantidade de pessoas que havia entrado no imóvel.

 

Ainda no local os policiais foram informados que a única pessoa que teria presenciado as agressões seria a filha do casal. Eles prenderam o acusado em flagrante e o encaminharam ao plantão policial, onde ele optou por permanecer em silêncio, para se manifestar apenas em juízo.

 

Internada

 

Ainda de acordo com a polícia, a mulher foi atendida no local por equipe de resgate do Corpo de Bombeiros e levada para o pronto-socorro municipal. Devido à gravidade das lesões ela permaneceu internada, sem previsão de alta. 

 

Por isso, ficou impossibilitada de prestar declarações, mas os documentos referentes ao atendimento no hospital já foram apresentados na delegacia para serem anexados ao inquérito.

 

O delegado que presidiu a ocorrência decidiu pela manutenção da prisão em flagrante do acusado, levando em consideração o histórico de violência doméstica por parte do acusado. 

 

Por isso, também representou pela decretação da prisão preventiva do acusado, que após o término do registro permaneceu à disposição da Justiça para ser apresentado em audiência de custódia.

PREFEITURA DE ARAÇATUBA - IPTU
Entre no grupo do Whatsapp
Logo Trio Copyright © 2024 Trio Agência de Notícias. Todos os direitos reservados.