PREFEITURA DE ARAÇATUBA - IPTU
Polícia

Homem de 48 anos é assassinado no Umuarama

A vítima teve 3 dentes arrancados, vários cortes profundos no rosto, levou 7 facadas no peito e tinha cerca de 120 perfurações nas costas
Lázaro Jr.
10/10/2023 às 09h30
Imagem: Ilustração Imagem: Ilustração

Dejair Félix da Silva, 48 anos, foi assassinado na noite de segunda-feira (9) no bairro Umuarama, em Araçatuba (SP). Segundo a polícia, além de golpes de faca, a vítima teria sido agredida com um enxadão e com um cabo de martelo.

 

O corpo dele foi encontrado com diversas lesões em uma residência que seria frequentada por usuários de drogas e que seria alvo constante de ocorrências policiais.

 

Segundo o que foi relatado, policiais militares foram à residência na rua Aristides Troncoso Peres por volta das 22h, após denúncia de que o morador teria sido encontrado sem vida, com ferimentos por golpes de faca.

 

Eles encontraram Silva sendo atendido por equipe de resgate do Corpo de Bombeiros, que constatou o óbito. Ainda de acordo com o que foi relatado, a polícia havia sido acionada por uma vizinha da vítima, que por sua vez, teria sido comunicada por um amigo de Silva ele estaria caído na sala da casa.

 

Segundo a polícia, o imóvel onde o corpo foi encontrado fica constantemente com o portão e a porta abertos. Ele seria utilizado como ponto de armazenamento de recicláveis, mas também é apontado como ponto de venda de drogas, além de ser usado por usuários de entorpecentes e ser alvo constante de ocorrências policiais, devido ao histórico de violência entre os moradores.

 

Investigação

 

Durante a perícia foi constatado que havia certa desordem na casa, com objetos fora do lugar. Havia muito sangue na sala onde o corpo da vítima foi encontrado. Há indícios de que a vítima foi surpreendida enquanto estava em uma cama existente nessa sala, sendo constatadas lesões com golpes de enxadão, cabo de martelo e de faca.

 

Exame inicial apontou que a vítima teve 3 dentes arrancados, que ficaram sobre a cama, vários cortes profundos no rosto, sete facadas no peito e cerca de 120 perfurações nas costas.

 

Apesar de haver informações de que outros familiares de Silva estariam residindo no local, nenhum deles foi encontrado pela polícia. Durante a perícia foram recolhidos o enxadão, o cabo de martelo e a faca ainda com resquícios de sangue.

 

O trabalho foi acompanhado por equipe da DH/Deic (Delegacia de Homicídios da Divisão Especializada de Investigações Criminais), que irá instaurar inquérito para investigar o caso. Após a conclusão da perícia o corpo foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal) para exame necroscópico, toxicológico e de alcoolemia.

PREFEITURA DE ARAÇATUBA - IPTU
Entre no grupo do Whatsapp
Logo Trio Copyright © 2024 Trio Agência de Notícias. Todos os direitos reservados.