PREFEITURA DE ARAÇATUBA - IPTU
Polícia

Acusado de matar casal em Birigui confessa crimes em depoimento

Investigado foi ouvido sobre os homicídios pela Polícia Civil por cerca de 2 horas e meia nesta terça-feira
Lázaro Jr.
12/12/2023 às 23h11
Acusado do crime está preso temporariamente na cadeia de Penápolis (Foto: Lázaro Jr.) Acusado do crime está preso temporariamente na cadeia de Penápolis (Foto: Lázaro Jr.)

O homem de 29 anos acusado de assassinar os jovens Jimmy Pereira da Silva, 21 anos, e Caroline Batista Froes, 22, foi ouvido formalmente nesta terça-feira (12) pela Polícia Civil de Birigui (SP) e confessou a autoria dos crimes.

 

O investigado teve o mandado de prisão temporária expedido pela Justiça e está na cadeia de Penápolis desde a semana passada, quando foi trazido do Paraguai, onde foi capturado em 1º de dezembro.

 

O depoimento foi colhido pelo delegado Guilherme Melchior Valera, estando o acusado acompanhado do advogado André Doná. Segundo o que foi informado à reportagem, o depoimento teve início por volta das 10h e terminou por volta das 12h30.

 

Defender a mullher

 

Basicamente o investigado confirmou a versão apresentada pela companheira dele, que também está presa temporariamente. Com detalhes, ele relatou que teria surpreendido Jimmy sobre a companheira dele, com uma das mãos tapando a boca dela, enquanto tentava manter relação sexual com ela.

 

Ao tentar defendê-la, o acusado disse que esfaqueou o jovem no pescoço e depois no peito. Ainda na versão dele, ao ver Jimmy ferido, Caroline teria ficado desesperada com a situação, por isso ele também a esfaqueou no pescoço.

 

De acordo com o que foi apurado pela reportagem, o investigado falou sobre os crimes com naturalidade, sem demonstrar qualquer tipo de arrependimento. Por fim, alegou que agiu sob o efeito de drogas e álcool.

 

Investigação

 

Ele deverá permanecer preso até a conclusão do inquérito, que depende dos laudos da perícia no local do crime, dos exames necroscópicos nos corpos das vítimas e depoimentos de testemunhas. Caso seja necessário, a polícia poderá representar pela prorrogação da prisão temporária até concluir os trabalhos.

 

Os corpos de Jimmy e Caroline foram encontrados em 23 de novembro, na residência do casal investigado pela autoria do crime. A mulher do acusado foi presa na semana seguinte, ao se apresentar à polícia na companhia do mesmo advogado.

 

Na ocasião ela confirmou que havia fugido com o companheiro para o Paraguai, mas negou participação nos assassinatos. Segundo o que já foi apurado, o acusado e Jimmy se conheciam e se encontraram em um bar na noite de 21 de novembro.

 

As duas vítimas foram para a casa dos acusados, onde teriam feito uso de drogas e ingerido bebida alcoólica e durante a madrugada o casal residente no imóvel teria ido para o quarto. Jimmy e Caroline teriam ficado na sala, mas na versão dos acusados, quando eles estavam dormindo, o jovem assassinado teria tentado manter relações sexuais com a moradora na casa.

PREFEITURA DE ARAÇATUBA - IPTU
Entre no grupo do Whatsapp
Logo Trio Copyright © 2024 Trio Agência de Notícias. Todos os direitos reservados.