PREFEITURA DE ARAÇATUBA - IPTU
Polícia

Acusado de assaltar sorveteria é morto a tiros pelo Baep

Teria atirado pelo menos duas vezes contra os policiais, que revidaram; com ele foi apreendida uma pistola e uma faca
Lázaro Jr.
06/02/2024 às 07h48
Imagem: Ilustração/Divulgação Imagem: Ilustração/Divulgação

Marcos Roberto Rodrigues da Silva, 46 anos, morreu após ser baleado no final da noite de segunda-feira (5), durante suposta troca de tiros com policiais militares. Ele teria assaltado uma sorveteria momentos antes e estaria armado com uma pistola calibre 380 e uma faca.

 

Segundo o que foi apurado pela reportagem, por volta das 22h30 o Baep (Batalhão de Ações Especiais de Polícia) foi informado sobre um roubo em andamento em uma sorveteria na rua Marcílio Dias, onde o autor estaria com uma arma de fogo.

 

Uma equipe esteve no local e falou com as atendentes do estabelecimento, que informaram que o autor estaria armado com uma pistola e uma faca e teria fugido levando dinheiro do caixa, pela rua José Bezerra de Lima, sentido à avenida Waldemar Alves. 

 

Os policiais saíram em diligência e próximo do cruzamento da rua Fundador Orestes Bertachini com a Humberto Bergamaschi, teriam sido informados por uma pessoa, que um homem havia entrado em um terreno baldio. Suspeitando que esse homem pudesse ser o autor do roubo, os policiais desembarcaram e entraram nesse terreno.

 

Armado

 

Ainda de acordo com os policiais, eles viram um homem armado, deram ordem para ele colocar a arma no chão, mas ao invés de atender, o suspeito teria feito ao menos dois disparos na direção da equipe, que reagiu, vindo a atingi-lo. Houve o reforço de outras viaturas  e o resgate do Corpo de Bombeiros levou Silva até o pronto-socorro municipal, onde o óbito foi constatado.

 

Segundo a polícia, o suspeito estava de posse de uma pistola calibre 380 com a numeração raspada e carregada com 15 munições intactas. Ele também trazia consigo uma faca e R$ 214,00 e foi reconhecido pelas vítimas por foto como sendo o autor do assalto.

 

Tiros

 

Segundo o que foi informado à polícia, foram feitos oito disparos de pistola contra o suspeito, sendo que dois policiais efetuaram três disparos cada e um terceiro disparou duas vezes. Análise inicial da perícia apontou que havia três ou quatro ferimentos por disparos de arma no corpo, sendo que aparentemente havia três orifícios de saída de projétil.

 

A quantidade exata de tiros que atingiram o suspeito será apontada pelo laudo do exame necroscópico a ser apresentado pelo IML (Instituto Médico Legal). 

 

Investigação

A perícia foi acompanhada por equipe de plantão da Polícia Civil e da Deic (Divisão Especializada de Investigações Criminais). A Promotoria de Justiça também foi comunicada do caso.

 

Segundo o que foi relatado, na sorveteria onde ocorreu o assalto há câmeras de segurança que filmaram a ação. Nas imagens seria possível ver o autor do crime bater com a pistola no balcão algumas vezes. Ele ainda estaria com uma faca nas costas.

 

As armas dos três policiais que teriam feito os disparos foram recolhidas ao serem apresentadas por eles e serão encaminhadas para perícia. Equipe do Instituto de Criminalística realizou exame residuográfico no corpo, ainda no pronto-socorro, para confirmar a presença de pólvora.

 

As vítimas do roubo estiveram na delegacia e foram ouvidas sobre o crime. O comerciante proprietário do estabelecimento também esteve e recebeu de volta dos R$ 214,00 encontrados com o investigado. A identificação do corpo foi feita por uma irmã de Silva, que esteve no plantão policial e foi levada ao pronto-socorro. 

PREFEITURA DE ARAÇATUBA - IPTU
Entre no grupo do Whatsapp
Logo Trio Copyright © 2024 Trio Agência de Notícias. Todos os direitos reservados.