PREFEITURA DE ARAÇATUBA - IPTU
Educação

Estudantes recebem medalhas do programa Caça Asteroides e de olimpíadas científicas

Na sexta-feira, 20 de outubro, mais de 300 estudantes e professores foram premiados com medalhas dos programas Caça Asteroide e da Olimpíada Nacional de Ciência (ONC) e Olimpíada de Matemática do Distrito Federal.
Agência Gov
20/10/2023 às 19h24
Foto: Divulgação Foto: Divulgação

Na sexta-feira, 20 de outubro, mais de 300 estudantes e professores foram premiados com medalhas dos programas Caça Asteroide e da Olimpíada Nacional de Ciência (ONC) do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), além da Olimpíada de Matemática do Distrito Federal. A cerimônia aconteceu durante a 20ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, em Brasília.

 

Acompanhadas por seus pais e professores, as crianças mal conseguiam esconder a ansiedade pela premiação. João Victor Cândido, aluno do 7º ano do Colégio Militar Tiradentes, foi um deles. Ele conquistou quatro medalhas. 'Uma das medalhas foi pelo primeiro lugar na olimpíada do DF, outra por uma pontuação perfeita e a terceira é de ouro', disse ele, sorridente. Victor também recebeu uma medalha de ouro na ONC. Esta foi sua segunda participação na competição.

 

Guilherme Costa Souza, estudante do 9º ano do CEF Polivalente, na rede pública do Distrito Federal, comemorou sua premiação. Suas duas medalhas, uma de cada olimpíada, foram fruto de muito esforço. 'Estou muito feliz pelo meu trabalho duro, que valeu a pena. Eu amo matemática, tenho paixão por ela. As olimpíadas mudam a vida dos premiados', disse ele, ainda nervoso. Em 2021, Guilherme ganhou uma medalha de prata na Olimpíada de Matemática do Distrito Federal.

 

Asteroides

 

Quando se trata de caçar asteroides, não há idade. Soraya Cerino, de 57 anos, professora na rede municipal de São Bernardo do Campo (SP), é apaixonada por astronomia. 'Comecei a caçar asteroides com a minha família e agora estou tentando introduzir o programa na escola. Estou muito feliz', comemorou.

 

Pedro Henrique Silva Rosa, do 7º ano em Goiás, sempre teve paixão por astronomia e matemática. 'Esta é a segunda vez que ganho um prêmio. No ano passado, consegui também. Descobri três asteroides com a ajuda dos meus professores na escola.'

 

Juana Nunes, diretora de Popularização da Ciência, Tecnologia e Educação Científica do MCTI, enfatizou a importância do evento. 'Queremos que a ciência e o conhecimento científico estejam ao alcance de todos. Não podemos ver a ciência como algo restrito a laboratórios. A ciência é para todos, está em todos os lugares. Vocês podem e devem ocupar esse espaço', concluiu Juana.

 

'É incrivelmente emocionante estar aqui com todos vocês nesta sala lotada. Este programa começou em 2017 e está crescendo cada vez mais. Este ano, tivemos duas mil equipes, o que significa 14 mil pessoas participando do Caça Asteroides. Ser um cientista cidadão vai além de popularizar a ciência; é fazer parte dela, nacional e internacionalmente', disse Josina Nascimento, astrônoma do Observatório Nacional e coordenadora do Programa Caça Asteroides.

 

Os programas Caça Asteroide e a Olimpíada Nacional de Ciência são realizados pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI). Neste ano, a Olimpíada foi organizada pela Universidade Federal do Piauí (UFPI). O Caça Asteroide é uma parceria com a NASA, por meio do Observatório Nacional (ON), unidade vinculada ao ministério. A Olimpíada de Matemática é uma iniciativa do Governo do Distrito Federal (GDF).

 

A 20ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia continua até domingo, 22 de outubro, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília, e em todo o país, com atividades em universidades, instituições de pesquisa, escolas públicas e privadas, centros e museus, fundações de apoio à pesquisa, parques ambientais, secretarias estaduais de Ciência e Tecnologia, empresas e parques tecnológicos. Todos os eventos são gratuitos e abertos à comunidade.

 

Fonte: Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação

PREFEITURA DE ARAÇATUBA - IPTU
Entre no grupo do Whatsapp
Logo Trio Copyright © 2024 Trio Agência de Notícias. Todos os direitos reservados.