PREFEITURA DE ARAÇATUBA - IPTU
Cotidiano

Tattoo Week mostra que tatuagem é um mercado em ascensão

Evento acontece nos dias 20, 21 e 22, com 660 estandes com estúdios de tatuagens e principais marcas do mercado, trazendo arte, tecnologia, inovação e tendências 
Da Redação
15/10/2023 às 13h03
Foto: Freepik Foto: Freepik

Após superar o crescimento do setor de bens de consumo nos Estados Unidos, a indústria global de tatuagem mostra que segue em ascensão. Segundo a Fortune Business Insights, o tamanho do mercado mundial de arte corporal foi avaliado em cerca de US$ 2 bilhões em 2023 e está projetado para atingir US$ 3,93 bilhões até 2030 com um CAGR de 9,87% durante o período.

 

Além disso, dados do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) e fazem parte da DataSebrae, a partir da Secretaria Especial da Receita Federal (22/08/21) mostram — no Brasil, há 22.568 estúdios de tatuagem e colocação de piercing, destes, 21.093 estabelecimentos sob o formato de microempreendedor individual (MEI), 1.384 no modelo microempresa (ME) e 91 empresas de pequeno porte (EPP). No entanto, a Associação Nacional de Tatuadores (Tattoo do Bem) estima que atualmente são mais de 150 mil estúdios no País.

 

Segundo o Sebrae, o crescimento anual é de 25% com 269 convenções de tatuagens realizadas em várias cidades brasileiras, sendo a Tattoo Week, o maior evento do mundo. Soma-se a este fato, a alta qualidade técnica e artística dos tatuadores brasileiros, que têm posição de destaque em todas as partes do mundo. 

 

O mercado movimenta uma grande cadeia de produção, que envolve o segmento de máquinas, tintas e agulhas, cosméticos e a moda tattoo, já que a tatuagem reflete um estilo de vida. Empresas brasileiras de tintas e máquinas, que nasceram amadoras, hoje se profissionalizaram e exportam para mais de 40 países na Europa e EUA. 

 

Para acompanhar toda a movimentação do mercado tattoo, a 11ª edição do evento, que acontece nos dias 20, 21 e 22 de outubro, no Expo Center Norte em São Paulo, em uma área de 17 mil metros quadrados — o dobro da edição anterior. Esta edição promete ser a maior de todas e reunirá 3500 expositores, 5 mil tatuadores e piercers do mundo todo, trazendo lançamentos no setor, produtos, serviços e antecipando tendências.

 

Segundo Esther Gawendo, CEO da Tattoo Week, esta será a maior Tattoo Week de todos os tempos. “Dobramos o seu tamanho no Expo Center Norte. Agora contamos com 17 mil metros quadrados, espaço que será ocupado pelos maiores artistas da arte na pele do Brasil e do mundo. Também teremos várias ações sociais, música e dança, arte, entretenimento e espaço gastronômico. É um evento para a família se conectar com a arte da tatuagem e, ao mesmo tempo, um ponto de intercâmbio entre tatuadores do mundo todo e o mercado da arte na pele”, destaca.

 

Marcas americanas investem no mercado tattoo do Brasil

 

Uma das marcas presentes no evento é a marca americana Intenze Tattoo Ink. A empresa vegana, que antes não era fabricada no Brasil, agora será lançada e fabricada no país com o selo Anvisa, por meio de distribuidores com o lançamento de 56 cores na Tattoo Week. Segundo a coordenadora da marca, Mariana Eusébio de Carvalho, a Intenze é a “Coca-cola das tintas”.

 

O diferencial da tinta é a pigmentação, por serem duradouras e que não desbotam, ideal para o Realismo colorido e estilo oriental tradicional. “A qualidade da tinta e a variedade de cores permite que diversos estilos a elejam como a tinta predileta dos tatuadores. A partir de agora, investiremos pesado na América do Sul, principalmente no Brasil”, enfatiza.

 

A marca foi criada em 1979 por Mario Barth, europeu que reside nos Estados Unidos (e ex tatuador da Yakuza no Japão), em um momento que não existia muitas opções de cores em tintas para tatuagem, num cenário mais underground.

 

“Na época, era comum ocorrer a contaminação bacteriana por tintas, por isso a preocupação com a saúde. Somos a primeira marca a oferecer 54 tintas para tattoo, que se preocupa com a responsabilidade ambiental, a biossegurança, além de não ser testada em animais. Em sua composição, existe a preocupação de minimizar a presença de metais pesados e nosso processo de esterilização é diferente dos demais. Estamos sempre de olho nas tendências. Importante dizer que antes de ser lançada, a tinta é testada pelo próprio Barth em sua pele”, destaca Josh Espley, CEO da Intenze.

 

Outra marca é a FK Irons, uma empresa americana de máquinas para tatuar, fundada nos anos 90 e que não precisa de energia elétrica por não ter bobina e com sistema inteligente.

 

“A FK Irons é o sonho de todo tatuador brasileiro. A marca revolucionou o mercado, por meio de bateria aclopada e sem fio, o que permite mais mobilidade, autonomia, liberdade e praticidade para o tatuador, além de ser silenciosa, com muitos recursos, sistema inteligente, que distribui o peso da máquina de maneira uniforme, o que possibilita uma pigmentação superior, que reconhece o movimento do tatuador, o tipo da agulha, o tempo do trabalho e armazena esses dados. Além disso, não há sangramento em excesso e nem vermelhidão durante o processo. Não produzimos em larga escala e nossas máquinas são totalmente produzidas nos Estados Unidos. Conseguimos fazê-la chegar ao Brasil a um valor mais acessível, de R$7 mil com o nosso principal modelo, a máquina Flux Max. Na Europa o valor custa em torno de R$ 21 mil”, destaca Tiago Lopes, CEO da marca no Brasil.

 

Biossegurança

 

A importância da biossegurança e da conscientização sobre o uso de EPIs no mercado de tatuadores também é uma preocupação do evento, que trouxe marcas que atuam no segmento. A adoção rigorosa de medidas de biossegurança e o uso correto de EPIs previnem infecções e doenças transmitidas pelo sangue.

 

"As Luvas da Unigloves se destacam pela excelente sensibilidade tátil, permitindo manuseio preciso, enquanto proporcionam uma poderosa barreira de proteção contra patógenos e riscos de contaminação”, segundo Claudio Silveira, diretor de negócios da Unigloves.

 

Segundo Enio Conte, tatuador e fundador da Tattoo Week, além de dominar o uso de sombra, proporção, harmonia, colorimetria, o tatuador profissional precisa entender sobre biossegurança, para fazer um atendimento com segurança.

 

“Garantir a segurança de tatuadores e clientes é uma prioridade para nós. Uma vez que sabemos que os procedimentos envolvem o contato direto com pele e fluidos corporais, o uso de equipamentos de proteção como luvas, avental e máscara, é essencial. Além disso, dispositivos médicos de qualidade minimizam o risco de infecções ou complicações, ajudam a prevenir a transmissão de doenças e a manter a higiene durante o processo de tatuagem”, enfatiza Débora Bernardo, Coordenadora de Comunicação da Medix Brasil.

 

Tattoo Week começa grátis com doação de alimento

 

Na sexta-feira, dia 20 de outubro, das 12h00 às 22h00, os visitantes poderão ingressar no evento gratuitamente apenas com a doação de 2 quilos de alimento não perecível (exceto sal e açúcar), que serão doados para entidades sociais.

 

Esther Gawendo, CEO da Tattoo Week destaca que o evento pretende dar visibilidade à arte na pele, valorizando seus artistas, promovendo intercâmbio, apresentando os novos lançamentos e tendências e mostrando que o setor é um importante mercado na economia. “Nosso objetivo é trazer uma nova experiência aos participantes e visitantes e emocionar provando que tatuagem, além de arte, é solidariedade e gera emprego e renda”, destaca.

 

Doação de tattoos para pacientes crônicos

 

Serão doadas doadas 100 micropigmentações de sobrancelhas e de reconstrução das aréolas dos mamilos para mulheres com câncer e homens trans. Com patrocínio do Grupo L'Oréal, a iniciativa é da Tattoo Week em parceria com a Tattoo do Bem e o projeto Arte com Paixão, da micropigmentadora Ana Savoy.

 

“A tatuagem pode salvar vidas”, destaca Esther Gawendo, CEO da Tattoo Week. Este é o objetivo da ação de doação de tatuagens de segurança para pacientes crônicos com diabetes, hipertensão, alergias, etc. Segundo Gawendo, a tatuagem da diabetes, por exemplo, pode salvar um paciente diabético em um caso de desmaio na rua. “Com a marca da diabetes no braço, logo os socorristas saberão qual procedimento adotar”, observa.

 

Inscrições abertas por meio do Instagram (@artecompaixaooficial).

 
Shows

 

De atrações confirmadas, teremos os show das bandas, AXTY (@axtyofficial) no sábado (21), às 17h, carregada de influências dos mais diversos subgêneros do metal como djent e melódico, banda Odeon (@odeonsounds), que explora vertentes do rock e até fora dele, indo do R&B ao funk carioca, às 18h30 e a banda de rock Glória (@gloriarock), às 20h, além de DJs fazendo a sonoridade do evento. Já no domingo (22), teremos o grupo de reggae Mato Seco (@matosecooficial), às 16h00 e Day Limns (@daylimns), às 18h e como atração principal, Luccas Carlos (@luccascarlos), às 20h.

 

 Concurso de tatuagem em 27 categorias

 

O ponto alto da Tattoo Week SP é o conceituado concurso das melhores tatuagens em 27 estilos, que dá oportunidade aos artistas mostrarem seu trabalhos e criatividade. “Os ganhadores da Tattoo Week são reconhecidos mundialmente e seus trabalhos ganham notoriedade e valor”, explica Enio Conte, fundador do evento. Nesta edição, teremos a inclusão da nova categoria de piercing: melhor visagismo.

 

 Serviço

 

O ingresso será gratuito APENAS na sexta-feira (20), doando 2 quilos de alimento não perecível na entrada. Para o sábado (21) e o domingo (22), o ingresso poderá ser adquirido pelo link https://www.ingresse.com/tattoo-week-sp ou diretamente na bilheteria do evento por preços que variam de R$ 40,00 (ingresso social com doação de 2 quilos de alimento não perecível) a R$ 199,90 (combos).

PREFEITURA DE ARAÇATUBA - IPTU
Entre no grupo do Whatsapp
Logo Trio Copyright © 2024 Trio Agência de Notícias. Todos os direitos reservados.